Blog

Explore nosso conteúdo e crie novas possibilidades!

Se você ainda tem dúvida do poder dos vídeos, leia esse artigo

Começamos o texto com uma informação que não tem como negar: as produções audiovisuais estão dominando o mundo. Duvida do poder dos vídeos? Então esse artigo é pra você.

Mais de 160 milhões de brasileiros assistem a centenas de milhões de vídeos na internet todos os meses, a grande maioria via Youtube e Facebook, de acordo com o portal alemão Statista.

Com a democratização da Internet, veio a proliferação das telas: elas estão em todo o lugar, nas casas, nos escritórios, nos carros e nos nossos bolsos. Assim, fica ainda mais fácil assistir a eles, onde quer que estejamos.

Esquece o textão ou a foto cheia de efeitos. O que está bombando mesmo é se comunicar pelas plataformas de vídeos. Segundo o Hubpost, 100 milhões de horas de vídeo são assistidas diariamente somente no Facebook.

Percebeu que o internauta está fissurado nos vídeos, né? Pois é, as empresas também perceberam que o audiovisual é o caminho a ser tomado para se aproximar do seu público. Outro dado legal para vocês: um minuto de vídeo equivale a 1,8 milhão de palavras!

Quê?! Calma, a gente explica.

De acordo com a Forrester Research, empresas que investem nas estratégias de vídeo marketing estão colaborando para facilitar a vida do usuário, que já tem informação demais ao seu redor.

Ou seja, não é apenas um vídeo: é uma nova estratégia de comunicação moderna que veio deitar por terra tudo o que você sabia sobre audiovisual.

Vamos lá: o pessoal prefere os vídeos online para consumo de informação e as empresas querem ser vistas pelo seu público. Então, qual a terceira peça desse quebra-cabeças? A produção audiovisual!

Vídeo é mais do que ligar a câmera e apertar REC. É experimentar uma nova forma de interação que já está revolucionando o consumo de conteúdo como o conhecemos até então!  E isso, claro, precisa ser bem planejado e estudado estrategicamente.

Quando um vídeo não é legal ou é mal feito, o risco vai muito além da possibilidade de virar meme na Internet. Ele vai causar um afastamento do público e aí, caro amigo, não vai haver reza que reverta esse quadro. Não tem mais essa de “bad publicity is good publicity”. As pessoas querem se identificar com o que estão assistindo. Elas querem ver na telinha uma resposta aos seus desejos. E por melhor que o produto ou serviço sejam, um vídeo mal produzido vai jogar tudo por terra.

Ninguém nasce sabendo tudo sobre vídeos. Mas aprender com os melhores para sair na frente é fundamental.

Tags: Mercado de Vídeos

Artes Filmes